Descubra como prevenir e tratar o bigode chinês

Compartilhe com seus amigos!

As pessoas costumam pensar que o bigode chinês é um sinal de que a idade está chegando mas, embora seja verdade, esse não é o único motivo.

Quer entender melhor o que provoca essa marca de expressão? Então fique de olho nesse post. Reunimos aqui tudo o que você precisa saber sobre o bigode chinês e o que fazer para acabar com ele!

O que é bigode chinês?

O bigode chinês é uma linha de expressão que aparece na extensão entre boca e nariz sempre que sorrimos.

Seu nome é sulco nasogeniano e essa ruga dinâmica pode se tornar estática caso não sejam tomados os devidos cuidados ainda na fase jovem da vida.

Ele costuma aparecer após os 25 anos, quando os níveis de colágeno começam a diminuir e a sustentação e firmeza da pele já não são mais a mesma coisa.

bigode chines

Caso você não saiba, o nosso organismo produz organicamente o colágeno, mas quanto mais envelhecemos, mais essa produção diminui.

Presente na pele, unhas e cabelos, essa proteína tem a função de promover a elasticidade e resistência dessas partes do corpo. Além disso, o colágeno mantém a hidratação de dentro para fora, o que é importante para que a pele possa se movimentar sem apresentar marcas e linhas de expressão.

Agora que você que sabe que a deficiência de colágeno é a principal responsável pela formação do bigode chinês, conheça outros fatores que influenciam no aparecimento dele.

O que provoca o bigode chinês?

O processo natural de envelhecimento e a redução na produção de colágeno são as causas mais comuns para a aparição do bigode chinês, conforme mencionado anteriormente.

No entanto, existem alguns fatores coadjuvantes que podem acelerar o aparecimento dessa marquinha tão incômoda para algumas pessoas.

A ação dos radicais livres é extremamente prejudicial para a pele. Os radicais livres são moléculas instáveis que, quando em excesso no organismo, podem ser tóxicas e causar o envelhecimento e até mesmo a morte das células. Com células envelhecidas, a pele se degenera mais rápido e não consegue manter a firmeza necessária para evitar as linhas de expressão.

mulher com bigode chines

Os radicais livres aparecem em razão de alguns fatores externos que também contribuem para o temido bigode chinês:

  • Exposição solar: os raios ultravioleta eliminam os antioxidantes da pele, responsáveis por combater os radicais livres, causando o envelhecimento precoce. Quanto mais exposição solar sem proteção, mais rugas, manchas e probabilidade de ter um bigode chinês aparente;
  • Falta de hidratação: a falta de água, assim como o colágeno, prejudica a textura pele e acentua os sulcos da face, como o nasogeniano;
  • Tabagismo: fumar é um grande inimigo da saúde da pele. A nicotina destrói o colágeno e a elastina, proteínas importantes para a elasticidade. Além disso, o cigarro é composto por produtos tóxicos a saúde, sendo uma enorme fonte para a proliferação de radicais livres;
  • Má alimentação: uma alimentação desbalanceada também pode contribuir para o aparecimento do bigode chinês. O excesso de açúcar, gordura e frituras aceleram o envelhecimento e promovem a aparição de linhas finas e rugas;
  • Poluição: sabe aquela impressão de que quem mora no interior ou em locais livres de poluição demoram mais para envelhecer? Não é bem uma impressão. A poluição em contato com a pele faz com que os radicais livres atuem mais depressa. Dessa forma, a destruição das células colabora com o aparecimento das linhas de expressão e do bigode chinês. Portanto, como as cidades maiores têm um índice maior de poluição, quem mora nessas regiões é mais afetado.

Esses aspectos todos estão ligados a um estilo de vida pouco saudável. Logo, quanto mais você cuidar da sua saúde, menos chances de enfrentar um bigode chinês marcado você terá!

Bigode chinês em jovens

Os fatores genéticos são os que mais impulsionam o aparecimento de bigode chinês em jovens e adolescentes. Nessa fase da vida, os níveis de colágeno ainda estão bons, mas se esse é um traço marcante na família, pode ser que apareça antes do tempo.

Movimentos exagerados com o rosto também agravam essa pré-disposição genética para ter bigode chinês. Ademais, a forma como se dorme pode favorecer o aparecimento dessa linha de expressão: de bruços ou de lado, amassando a bochecha e forçando os músculos da face.

6 dicas para suavizar o bigode chinês

Embora não seja uma doença, o bigode chinês pode prejudicar a autoestima de mulheres, homens e adolescentes. Por esse motivo, separamos 6 dicas que podem te ajudar a suavizar esse problema:

  1. Suplementação com colágeno: após os 25 anos, a suplementação com colágeno é indispensável para se manter jovem por mais tempo e, consequentemente, com os sulcos nasogenianos menos aparentes. O Avane Skin da Biosanté é um suplemento de colágeno e ácido hialurônico que realiza o preenchimento das linhas finas, diminui e previne o aparecimento do bigode chinês. Além disso, blinda a pele e evita a entrada da poluição e a ação dos radicais livres na pele, sendo uma excelente opção para a reposição da proteína;
    avane skin
  2. Creme anti-idade: Junto com a suplementação de colágeno e ácido hialurônico, você pode hidratar a pele pelo lado de fora com produtos que tenham esses ativos na composição. Invista em cremes e séruns anti-idade e anti-rugas que previnem linhas de expressão;
  3. Beba bastante água: você já percebeu que a hidratação é uma grande aliada contra o bigode chinês, não é mesmo? Por esse motivo, beba bastante água, pois além de manter a pele hidratada, ajuda a eliminar as toxinas do organismo;
  4. Faça exercícios faciais: fortalecer a musculatura do rosto é uma opção para amenizar a flacidez e a tensão dos sulcos nasogenianos;
  5. Use filtro solar: essa é uma dica para a vida toda e vale até mesmo para quem não se expõe ao sol, pois a luz das telas de eletrônicos é o suficiente para causar o envelhecimento precoce e as linhas de expressão;
  6. Durma bem: não só durma bem, como durma em posições que não amassem o rosto. Utilizar fronhas de cetim também diminui o atrito entre a face o travesseiro, diminuindo os riscos de aparecimento do bigode chinês antes da hora.

São 6 dicas fáceis de seguir e que podem evitar que você recorra a tratamentos mais invasivos, como o preenchimento facial. Afinal, o melhor remédio é sempre a prevenção e um estilo de vida saudável.

Gostou das dicas? Compartilhe com seus amigos e ajude-os a eliminar o bigode chinês de uma vez por todas.

Compartilhe com seus amigos!

Citação: "O bigode chinês também é chamado de sulco nasogeniano."
Atenção: O bigode chinês pode ser combatido com suplementação de colágeno, uso de cremes anti-idade, exercícios faciais e uma rotina saudável.

Detalhes: O bigode chinês é uma linha de expressão que pode surgir em razão da falta de colágeno e estilo de vida pouco saudável, que contribui para o envelhecimento precoce.

Recomendamos o melhor colágeno de 2020:
Avane Skin da Biosanté

(com Verisol + Ácido Hialurônico)

descontos de até 41% para leitores

Deixe um comentário