Top 5 principais tipos de hidratantes faciais

Compartilhe com seus amigos!

Você sabia que os hidratantes faciais vão muito além dos cremes? Claro que esse é um dos principais tipos de hidratantes para quem deseja uma pele bonita e saudável, mas existem outros formatos que podem ser mais interessantes para a sua pele, dependendo do tipo dela.

Quer saber mais sobre os benefícios dos hidratantes faciais e quais os principais tipos disponíveis no mercado? Então leia o artigo até o final!

Por que usar hidratantes faciais?

hidratantes faciais

Assim como a limpeza e a proteção são passos essenciais da rotina de cuidados com a pele do rosto, a hidratação precisa ser feita todos os dias. Logo, os hidratantes faciais são as ferramentas necessárias para que essa missão seja cumprida regularmente.

O uso dos hidratantes faciais garante uma série de benefícios. Conheça alguns deles:

  • Evita o envelhecimento precoce;
  • Protege contra a poluição;
  • Previne manchas, como o melasma;
  • Controla a secura da pele;
  • Controla o brilho e a oleosidade;
  • Equilibra o Ph da pele.

Além de todas as vantagens citadas acima, os hidratantes faciais também ajudam em problemas específicos de cada tipo de pele. Por esse motivo, vale sempre consultar um dermatologista antes de adquirir o seu produto para verificar se ele se adequa às suas necessidades cutâneas.

Tipos de pele

hidratantes faciais para diferentes tipos de pele

Antes de conhecer os principais tipos de hidratantes faciais é importante conhecer o seu tipo de pele, afinal é isso que vai determinar qual deles é o melhor para você. Basicamente existem 4 tipos de pele:

  1. Pele normal: a pele normal tem textura e toque macios, sem muitos problemas relacionados à poros e espinhas. É um tipo de pele que tem a produção de gordura controlada, mas sem provocar ressecamento. Resumidamente, a pele perfeita;
  2. Pele seca: a pele seca é uma pele mais sensível e que requer maiores cuidados com os hidratantes faciais, porque não é capaz de produzir gordura em um nível aceitável para que a sua textura seja bonita e saudável. Por esse motivo, costuma apresentar ranhuras, coceira e manchas brancas;
  3. Pele oleosa: ao contrário da pele seca, a pele oleosa produz gordura em excesso e entope os poros, causando acne e brilho excessivo. Esse também é um tipo de pele que requer hidratantes faciais específicos para controlar a oleosidade;
  4. Pele mista: A pele mista, como o próprio nome sugere, mistura a pele oleosa e a pele seca. A zona costuma ser mais oleosa e as extremidades do rosto mais secas.

Com essas informações em mente, fica mais fácil descobrir quais dos hidratantes faciais te ajudarão a conquistar a pele dos sonhos!

Principais tipos de hidratantes faciais

tipos de hidratantes faciais
Agora que você já sabe porque é importante hidratar a pele e quais são os tipos de pele mais comuns aqui no Brasil é hora de descobrir quais são os principais tipos de hidratantes faciais e correr para escolher o seu:

  • Hidratantes naturais: embora muitas pessoas busquem apenas por cosméticos e dermocosméticos na hora de comprar hidratantes faciais, existe uma opção mais barata e que garante efeitos muito mais duradouros: beber água. Tomar água promove a hidratação de dentro para fora e ajuda a reter melhor os produtos que você aplica de forma tópica na pele, além de ser recomendado para qualquer pessoa em qualquer idade. Outro hidratante natural para a pele é a babosa, também chamada de aloe vera. Seu extrato pode ser aplicado na pele para aumentar a hidratação, prevenir as rugas e diminuir as inflamações causadas pela acne;
  • Séruns: o sérum facial é um dos tipos de hidratantes faciais que mais agradam as brasileiras, devido a sua textura leve, fluída e de rápida absorção. É indicado principalmente para quem tem pele mista e oleosa;
  • Cremes: dentre os hidratantes faciais, o creme é o mais conhecido. Ele garante uma hidratação mais potente em razão da sua consistência. O creme facial pode trazer diversos ativos e tratar os mais variados tipos de problemas cutâneos, como ressecamento, coceira e manchas. O creme é o tipo de hidratante mais recomendado para as peles secas;
  • Nutricosméticos: os nutricosméticos seguem a mesma lógica dos hidratantes naturais, pois promovem a hidratação da pele de dentro para fora a partir do consumo de suplementos. Entre eles, podemos citar o colágeno Verisol que conta com peptídeos bioativos de colágeno que tem eficácia comprovada quanto o aumento e retenção da hidratação e o tratamento contra os sinais de envelhecimento precoce como as rugas e linhas de expressão;
  • Géis: o gel também é uma das texturas de hidratantes faciais mais indicados para pele oleosa, porque espalha fácil, não entope os poros e não deixa uma sensação pegajosa no rosto. Além disso, é um produto versátil que combina bem com boosters, que incrementam o poder de hidratação e trazem outros benefícios para a pele.

São opções diversas tanto para homens quanto para mulheres. O importante é não deixar de hidratar a pele, pois independentemente do tipo de hidratante facial que mais faça sentido para a sua pele, todas elas precisam desse cuidado diário.

Consulte o seu dermatologista e compre já um dos hidratantes faciais citados ao longo do texto para garantir uma pele mais bonita e jovem!

Compartilhe com seus amigos!

Citação: "O uso de hidratantes faciais regularmente ajuda a manter a textura da pele bonita e saudável. "
Atenção: Os hidratantes faciais também são grandes aliados no combate aos sinais precoces de envelhecimento.

Detalhes: Existem 5 tipos principais de hidratantes faciais: naturais, séruns, cremes, nutricosméticos e géis.

Recomendamos o melhor colágeno de 2020:
Avane Skin da Biosanté

(com Verisol + Ácido Hialurônico)

descontos de até 41% para leitores

Deixe um comentário