O que é sarcopenia e como tratar esse problema

Compartilhe com seus amigos!

Uma das maiores inimigas da saúde quando envelhecemos é a sarcopenia. Segundo a SBGG (Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia), 15% dos brasileiros convivem com essa condição após os 60 anos.

Apesar de ser uma consequência natural do processo de envelhecimento, a perda de massa muscular e a fragilidade dos músculos causada pela doença podem minar a qualidade de vida se não forem tratadas da forma correta.

Quer aprender como prevenir, tratar e acabar com a sarcopenia? Então leia o artigo até o fim e anote todas as dicas!

Sarcopenia é uma doença?

sarcopenia e uma doenca

Sim, a sarcopenia é categorizada como uma doença, pois é uma patologia que enfraquece os músculos e diminui a quantidade de massa muscular magra do nosso corpo.

Após os 30 anos, perdemos de 1 a 2% de massa muscular por ano e embora seja uma condição mais comum nos idosos, a sarcopenia em jovens e adultos de meia idade também é uma realidade. Entretanto, não é está associada a idade, mas sim aos hábitos de vida.

Como o corpo não consegue manter as mesmas condições da juventude para sempre, é preciso tomar alguns cuidados para retardar os sinais da velhice, especialmente quando estão ligados a saúde.

O que causa a sarcopenia?

Como você já percebeu, a sarcopenia está associada a chegada da idade, principalmente porque o corpo demora mais para produzir e até mesmo sintetizar proteínas importantes para a saúde do sistema músculo esquelético.

O colágeno, por exemplo, é uma dessas proteínas que também tem a sua produção afetada ao longos dos anos. Existem vários tipos de colágeno no nosso corpo e na ausência do tipo 2, os ossos, articulações e músculos são comprometidos.

Por esse motivo, a suplementação com o colágeno tipo 2 e outros suplementos de proteína como whey protein são recomendados para prevenir a sarcopenia e outros problemas semelhantes.

No entanto, além da idade, existem alguns outros hábitos que também podem desencadear o problema. A má alimentação acelera o surgimento da sarcopenia, pois o corpo passa a acumular gordura e perder massa magra. O mesmo acontece com os sedentários, que não conseguem aumentar o volume de massa magra, pois não praticam exercícios físicos. Nesses dois casos, a sarcopenia pode surgir de forma precoce ou piorar o quadro durante a velhice.

Algumas doenças também causam a sarcopenia, como o câncer e infecções que impedem ou prejudicam o metabolismo dos nutrientes que fortalecem os músculos.

Diagnóstico e principais sintomas da sarcopenia

principais sintomas sarcopenia

O diagnóstico de sarcopenia pode ser obtido através de exames de imagem como a ultrassonografia, tomografia e ressonância magnética, mas a principal forma de detectar a doença é através do exame de bioimpedância.

Bioimpedância é um exame que calcula a quantidade de gordura e massa magra do corpo. Geralmente, ele é pedido quando vamos iniciar uma atividade física ou quando os indícios da sarcopenia começam a surgir.

Veja os principais sintomas da sarcopenia:

  • Sensação de peso nos membros (inferiores e superiores);
  • Perda de equilíbrio frequente;
  • Quedas sem motivos aparentes;
  • Dificuldade para caminhar e/ou correr;
  • Rigidez nas articulações;
  • Dor no joelho e outras articulações;
  • Redução na massa muscular visual (pernas e braços mais finos).

3 dicas para prevenir a sarcopenia

dicas para prevenir sarcopenia

A sarcopenia pode ser evitada, basta seguir as dicas abaixo e você terá músculos mais fortes e resistentes por mais tempo:

  1. Praticar exercícios de resistência: o recomendado é fazer musculação com a supervisão de um educador físico, a fim de fortalecer os músculos. Você também pode realizar exercícios que fortalecem o sistema cardiorrespiratório e ao mesmo tempo fortalecem os músculos como corrida e natação;
  2. Fazer suplementação com proteínas: conforme mencionado anteriormente, a suplementação com proteínas pode ajudar a evitar a sarcopenia, pois esses nutrientes são capazes de aumentar e manter a massa muscular saudável. Opte por suplementos com efeitos comprovados para a saúde como o Artromix Tipo 2;
  3. Mudar os hábitos alimentares: pessoas que investem em refeições ricas em proteínas costumam manter os níveis de massa muscular e ainda contar com outros benefícios: pele e cabelos saudáveis, hormônios equilibrados, intestino regulado e mais imunidade.

Principais tratamentos para sarcopenia

tratamento para sarcopenia

Se mesmo seguindo as três dicas acima, a sarcopenia já é uma realidade em sua vida, existem algumas formas de tratar o problema e levar uma vida mais confortável.

Primeiramente, é necessário realizar o exame de bioimpedância e consultar um profissional de saúde que possa te auxiliar nessa jornada. Depois você pode, junto ao médico, optar por uma das opções de tratamento abaixo:

  • Fisioterapia: a fisioterapia retarda o avanço da sarcopenia, ajuda a restabelecer o equilíbrio e aliviar os outros sintomas da patologia como a rigidez e a dificuldade de locomoção;
  • Aplicação de hormônios: nos casos mais severos de sarcopenia é recomendada a aplicação de hormônios que imitem os processos naturais do nosso corpo e ajudem na reconstrução dos músculos e aumento da massa muscular.

Estes tratamentos aliados a prática de exercícios, suplementação com proteínas e uma dieta para sarcopenia são tudo o que você precisa para manter a saúde dos seus músculos em dia.

Que tal começar agora mesmo!?

Compartilhe com seus amigos!

Citação: "Sarcopenia é uma doença que causa insuficiência muscular "
Atenção: A sarcopenia pode ser tratada com suplementação, fisioterapia, dieta rica em proteínas e até mesmo aplicação de hormônios.

Detalhes: Embora mais comum na velhice, a sarcopenia pode atingir jovens que têm um estilo de vida desregrado.

Recomendamos o melhor colágeno de 2020:
Avane Skin da Biosanté

(com Verisol + Ácido Hialurônico)

descontos de até 41% para leitores

Deixe um comentário